Como lavar as roupinhas do bebê na máquina

 

 

Retirada do google imagem

Escrevi este post pensando nas gestantes de plantão! 

Quando comprei o enxoval do Pedro e cheguei em casa com aquele tanto de roupinhas, toalhas, mantas etc., logo pensei: e agora? Como vou lavar isso tudo? Qual produto usar? Quando lavar? Enfim, várias dúvidas. 

 

Primeiramente, quero deixar claro que não sou especialista no assunto, a intenção é só repassar para vocês minha experiência com a lavagem das roupinhas do Pedro (e que deu super certo).

 

Quando lavar as roupinhas do bebê?

 

Já que a pele do bebê é muito delicada, é imprescindível que todas as peças sejam lavadas antes do primeiro uso. Comecei a lavar com 30 semanas, e como foi tudo na máquina foi super rápido, com 32 semanas já estava tudo lavadinho e passadinho. Ô ansiedade gostosa….

 

Uma das coisas que fiz (e não recomendo) foi lavar todas as roupas que comprei de uma vez, inclusive as tamanho M. Depois aconteceu de mudar a estação, Pedro cresceu e não cheguei a usar todos os ítens que comprei e, como já havia lavado, não tive como trocar. Restou lamentar …. Então minha dica é que vocês lavem apenas as peças RN e P e deixem para lavar as M quando o bebê crescer e tiver na hora de usá-las. Nada de desperdício.

 

Depois de tudo lavadinho e passadinho, guardei tudo nas gavetas e cabides, e não cobri com nada rsrs, e olha que eu ia todos os dias dar uma olhadinha e sentir o cheirinho rsrs. Na minha opinião, não precisa mesmo cobrir com tnt ou outro tecido. Achei exagero, portanto não fiz.

 

Mas, afinal, lavar na máquina não estraga as roupinhas?
Continua…

 

Antes de lavar, pensei comigo: vou lavar na máquina e confiar na qualidade do produto rsrs.

 

Gente, na correria do dia a dia, nada melhor que a praticidade, e acho que a tecnologia está aí para nos ajudar rsrs. Então lavei tudo na máquina mesmo,  sem peso na consciência rsrs. E o resultado foi como o esperado: as roupas ficaram limpinhas, cheirosinhas e não estragaram.
Hoje as máquinas são ótimas, com vários ciclos, que lavam como se fossem à mão e sem contar que enxaguam melhor e não deixam resíduos. Ah, versões mais modernas ainda são econômicas no consumo de eletricidade, além de possibilitarem o reutilização da água.

 

As máquinas agridem muito menos as roupas, do que se lavadas à mão. Sem contar que, o que levaria semanas, eu fiz em 2 dias!

 

Minha dica para lavar as roupinhas na máquina são:

 

Se você estiver insegura, com receio de dar bolinhas, ou ainda, se as roupas forem bem delicadas, coloque-as naqueles saquinhos com zíper ou numa fronha. O mesmo vale para meias, luvas e gorros. 

 

Tenha o cuidado de tirar todas as etiquetas e abotoar as roupinhas.

 

Não misture cores.
 

 

Não lave as roupas do bebê com as roupas da família.

 

Use sabão líquido para bebê, ou você pode optar por sabão líquido de coco ou roupas delicadas. Usei o sabão líquido para bebê.

 

Usei também um pouquinho de amaciante para bebê. Os especialistas não recomendam, pois pode dar alergia no bebê, mas confesso que não resisti e usei beeeem pouquinho.

 

Por fim, depois de tudo sequinho, passei todas as roupinhas, inclusive do lado avesso, para “esterilizar” as peças… com um prazer que só nós, mamães, podemos saber.

 

Com todo o enxoval lavadinho e passadinho, é só fazer a malinha da maternidade e aguardar o sonhado momento de ter seu bebê nos braços.
Veja aqui como fazer a malinha maternidade.
 
Hoje, Pedro já está com 4 meses e continuo com os mesmos cuidados, lavando as roupinhas separadas das demais da família, no ciclo delicado, usando produtos para bebê (sabão liquido e amaciante).
 

 

É isso gente! Se você gostou, clica em seguir meu blog e fique por dentro de todas as dicas.
Até o próximo post!

 

Deixe seu comentário

You must be logged in to post a comment.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.


1 Comentário