Dieta da fertilidade

Todas nós sabemos que a alimentação saudável promove uma série de benefícios para a saúde, mas, você sabia que uma alimentação adequada e direcionada pode elevar as chances de engravidar em até 40%? E que uma dieta inadequada contribui para o aumento da infertilidade? Isso é o que explica o obstetra e especialista em reprodução humana, Doutor Rodrigo da RosaFilho.

A chamada ‘dieta da fertilidade’ pode auxiliá-los a alcançar a tão sonhada gravidez, desta forma, entre casais que pretendem engravidar, é necessário consumir alguns alimentos específicos e evitar outros. No caso das mulheres, passar a consumir alimentos saudáveis ajuda a preparar mais rápido o corpo para a gestação, melhorando a produção de hormônios, que por sua vez influenciam nas funções ovulatórias. Para os homens, a alimentação adequada produzirá melhores espermatozoides.

De acordo com o Dr. Rodrigo, para as mulheres, a ingestão de alimentos ricos em vitamina B6, como banana, oleaginosas e abacate diminuem os efeitos da endometriose, aumentam a implantação do embrião e diminui a chance de aborto em até 30%. No homem, o consumo de alimentos com selênio, zinco, vitamina C e E aumentam a motilidade dos espermatozoides. Peixes contêm esses elementos e as vitaminas são encontradas nas frutas cítricas e oleaginosas, respectivamente.
“Mulheres com síndrome de ovário policístico devem optar por carboidratos complexos como arroz integral e fontes de gorduras boas, como óleo de coco”, conclui o especialista.
A dieta da fertilidade deve incluir frutas frescas, vegetais, peixes, carnes magras, nozes, castanhas, azeite de oliva extravirgem, ovos e, preferencialmente, alimentos orgânicos.  
 
Dr. Rodrigo explica ainda que: “recomenda-se evitar carne vermelha, carboidratos simples como doces e farináceos, café, refrigerantes, chá preto ou mate e derivados do leite, além do álcool e alimentos processados e industrializados”.
É claro que a dieta deve vir acompanhada, de outros hábitos saudáveis, como evitar o tabaco e o excesso de álcool e praticar atividades físicas.
 
Ao decidir ter um filho é importante consultar um ginecologista para buscar maiores informações sobre essa nova etapa.
 
Os alimentos que ajudam na fecundação devem ser recomendados por uma nutricionista que seja especialista na área, juntamente com um ginecologista, que irá fornecer informações fundamentais sobre como ter uma gestação tranquila e saudável para você e para o seu bebê.
 
Beijos e até o próximo post!!!!
Sobre Rodrigo da Rosa Filho
O médico Rodrigo da Rosa Filho é especialista em reprodução humana. Graduado em medicina pela Escola Paulista de Medicina (Unifesp/EPM), Rodrigo é sócio fundador da Clínica de Reprodução Humana Mater Prime. É membro da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana (SBRH) e da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do Estado de São Paulo (SOGESP), e co-autor/colaborador do livro “Atlas de Reprodução Humana” da SBRH e autor do livro ”Ginecologia e Obstetrícia- Casos clínicos” (2013).

 



Deixe seu comentário

You must be logged in to post a comment.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.