Silêncio

Cuidados Leitura Papai POR: Miriam Cristina 19 ago 2016
Psiu! Silêncio! Pois ele dorme

Imagem: https://pixabay.com
Tão docemente santo, o meu filho.
Para ele o dia ameaça amanhecer
E, no seu amanhã, talvez não saiba dormir.
Ó mundo, cessa o teu grito de guerra
P´ra esta criança não se assustar contigo.
Ele teme o bicho-papão e o boi-da-cara-preta,
Que a vida não seja para ele mais um motivo de medo.
Nos seus olhos cerrados e em seu aspecto de anjo
Sinto-me bom e recosto-me a seu lado,
Tento dormir, mas já não o sei mais.
Psiu! Façam silêncio p´ra ele não se acordar!
É tão cedo…
 
Obs: Poema feito pelo vovô paterno do Pedro (Geraldo Antonio Guimãrães), para o Papai do Pedro, quando ainda um bebê.
 
Poema original retirado Aqui

Deixe seu comentário

You must be logged in to post a comment.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.